Feliz... Adaptado... Produtivo... Um pássaro numa gaiola a antibióticos...

quarta-feira, julho 18, 2007

Mood Killers - Parte 2: A música

Quem não gosta de, ao final de uma semana de trabalho, ir beber um copo com amigos sem que nem sempre nos apeteceça ir para a confusão da noite citadina?

Mas eis que nos deparamos com uma situação em que não é de todo possível encontrar um estabelecimento cujo botão de volume não esteja todo virado para a direita. Nem vou entrar em discussão sobre a qualidade da música em questão, até porque reconheço não ser um moço de gostos comuns, mas há mesmo necessidade de ter o volume tão alto?

Em resposta a esta invasão auditiva, a resposta dos grupos é tentar falar por cima da música, o que aumenta ainda mais a poluição sonora* já existente num espaço que era suposto ser de relaxamento.

Suponho que faz parte das vicissitudes de quem chegou à pouco tempo à vida adulta, não ter bem a certeza se é uma moda recente ou se isto já dura há anos, mas ainda assim, qual é exactamente o objectivo desta música em locais tais como cafés e restaurantes?

É suposto saltarmos para cimas das mesas e dançar? E se sim, onde é que é suposto as pessoas estarem sentadas a conversar?




* A poluição sonora é o efeito provocado pela difusão do som num tom demasiado alto, sendo o mesmo muito acima do tolerável pelos organismos vivos, no meio ambiente. Dependendo da sua intensidade, causa danos irreversíveis nos seres humanos.

4 comentários:

Catarina Morgado disse...

Pensava eu ser era a única mente perversa com tyal ideia, mas vejo em ti um semelhante!!!

E para responder à tua pergunta, a malta dos cafés não gosta que se suba às mesas e se dance...aliás se o fizeres vais para a rua falar...penso que esta segunda frase também responde à última pergunta!

DR disse...

Em cima das mesas a dançar... Estás a referir-te à "Shakira", em Évora? Talvez não, a Praxis não é restaurante.

Arhis disse...

Como já tinha referido... estás a ir aos estabelecimentos errados! Existem espaços (na outra Margem do rio, a boa!) onde é possivel no mesmo espaço encontrar música em altos berros e, um sofá confortável onde podes divagar junto dos teus amigos! Pequenos bares ou esplanadas são sempre, para mim, a melhor opção! É mais caro mas, na maioria das vezes, o ambiente compensa!

MeiaLua disse...

Se eu dissesse a todas as pessoas que conheço em lisboa que estou em lisboa, de cada vez que estou em lisboa, não fazia outra coisa, quando vou a lisboa, se não andar a visitar pessoas que conheço em lisboa. A propósito, para a semana que vem, vou a lisboa! :p