Feliz... Adaptado... Produtivo... Um pássaro numa gaiola a antibióticos...

quinta-feira, abril 09, 2009

Dead man walking

No decorrer da vida profissional de um colarinho branco, parece ser bastante comum o utilizar de sapatos desconfortáveis. Conta a lenda* que isto se deve ao facto de a maioria padecer de empregos aborrecidos, casamentos pouco entusiasmantes e vidas deprimentes, e como tal vêm como ponto alto do seu dia-a-dia o momento em que tiram os sapatos dos pés.

Há uns meses valentes, quantos não sei ao certo, desempregado momentaneamente e por opção própria, resolvi dar uma passeata à Tailândia. Duas semanas, coisa pouca, onde palmilhei mais quilómetros a pé do que muitos carros com menos de 2 anos. Durante todo esse período usei ténis, esse calçado prodigioso, confortável e impermeável, cuja única pequena falha técnica consiste no facto de não permitir aos pés "respirar" como lhes convém.

O clima tropical aliado à marcha forçada fizeram o seu trabalho, tudo o que o pé suou, o ténis guardou com carinho. Passado estes meses, o odor corporal entranhou-se, deu-se às mil maravilhas com as fibras dos ténis, ficaram amigos e agora vão juntos a todo lado. Cresceu, mutou-se, tornou-se independente, tirou um curso superior e desconfio que em breve estará a caminho de um MBA. Há determinadas noites em que leva o meu carro sem pedir autorização, é reconhecido na vizinhança e irrita-me que tenha uma vida social mais interessante que a minha... se o virem por aí, digam-lhe que temos saudades e queremos que volte para casa.

*Costumava "Rezar a lenda", mas ficou chocada com os comentários do Papa sobre profiláticos...

2 comentários:

MeiaLua disse...

O que me chateia neste post é o facto de tu teres escrito "tudo o que o pé suou, o ténis guardou com carinho" quando esta frase estava mesmo a pedir a substituição do termo "ténis" por "téni".

Pacheco disse...

Confesso que me passou pela cabeça...